Frete Promocional Estado de São Paulo R$ 6,50

FRETE PARA TODO ESTADO DE SÃO PAULO - SOMENTE R$ 6,50

Carrinho 0

Porquê evitar produtos que contenham essas substâncias.

Postado por Taisi Datovo em

Ouvimos muito sobre evitar produtos capilares com petrolatos e parabenos. Mas você realmente sabe o que são e qual a diferença entre eles?

parabenos

Os petrolatos são derivados do petróleo, também conhecidos como parafina líquida, óleo mineral, vaselina, petrolatum e óleo de parafina. São derivados do petróleo cru, que após a desparafinação (retirada de parafina) de óleos pesados, torna-se uma matéria gelatinosa amarelada ou incolor. Além de causar alergias, o petrolato não é solúvel em água, causando um acúmulo nos fios, dificultando que os tratamentos e hidratações penetrem, além de causar aquele aspecto de cabelo pesado à medida que se acumula. Ele também dificulta o crescimento de novos fios, uma vez que "impregna" no couro cabeludo, obstruindo o folículo capilar.

 Além de tudo isso, o petrolato causa grandes impactos negativos ao meio ambiente, já que não são biodegradáveis e sua extração pode ser extremamente tóxico e alergênico para pessoas que trabalham com a exploração do produto.
petrolato
Já os parabenos são conservantes sintéticos utilizados para que os produtos não estraguem. Também são encontrados como: metiparabeno, propiparabeno, etiparabeno, bultiparabeno, butiparabeno e isobutyparaben. Os parabenos são classificados como partículas tóxicas capazes de fazer mal à saúde pois são considerados desreguladores endócrinos, isto é, substâncias químicas que podem alterar as funções de hormônios, podendo causar problemas no sistema nervoso central, infertilidade ou até mesmo alguns tipos de câncer, como de mama, útero ou próstata.

 Buscar produtos naturais é a melhor maneira de evitar o consumo destas substâncias que a longo prazo, podem causar sérios problemas para sua saúde.


Compartilhe esta postagem



← Post anterior Post seguinte →