Frete Promocional Estado de São Paulo R$ 7,50

FRETE PARA TODO ESTADO DE SÃO PAULO - SOMENTE R$ 7,50

Carrinho 0

Deixe o preconceito de lado e cuide do seu bem mais precioso: VOCÊ!

Postado por Taisi Datovo em

A campanha Novembro Azul tem o objetivo de alertar os homens sobre a importância da prevenção do câncer de próstata, um dos mais frequentes na população masculina.

O movimento surgiu na Austrália em 2003, após um grupo de amigos resolver deixar o bigode crescer para chamar à atenção sobre a saúde dos homens. O grupo, inspirado pela mãe de um dos amigos que levantava fundos para combater o câncer de mama, resolveu que faria o mesmo, mas teria como foco o câncer de próstata. A ideia deu tão certo que em 2004 eles criaram a Movember Foundation Charity, sendo Movember a junção de Moustache (bigode) com November (novembro). 

No Brasil, a campanha chegou mais tarde, e foi trazida pelo Instituto Lado a Lado Pela Vida em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia. Ao longo dos últimos dez anos, o mês de novembro é dedicado para informar os homens sobre os cuidados que eles devem ter com a própria saúde. Por todo o País, são realizadas ações, palestras e eventos que visam informar sobre a importância da prevenção.

Câncer de próstata

A próstata é uma glândula que faz parte do aparelho reprodutor masculino situado na região pélvica e responsável pela produção de parte do sêmen, o líquido que transporta os espermatozoides, e que pode ser acometida por um tumor.

O câncer de próstata costuma ser mais comum a partir dos 50 anos, porém homens negros ou quem tem um parente de primeiro grau com a doença devem procurar o urologista já aos 45 anos. Além disso, a obesidade também é considerada um fator de risco. Na maioria dos casos, o diagnóstico ocorre na faixa etária dos 65 anos ou mais. Somente em 2020, mais de 65 mil homens foram diagnosticados com tumor na próstata no Brasil, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Sintomas

Os sintomas costumam surgir quando a doença já está avançada. São eles: dor óssea, dores ao urinar, vontade de urinar com frequência e presença de sangue na urina e/ou no sêmen.

Prevenção e tratamento

Por ser uma doença que tem uma evolução silenciosa, a prevenção se torna ainda mais importante. Segundo especialistas, a detecção precoce do câncer de próstata faz com que o índice de cura chegue a 90%.

Os exames que permitem que o médico avalie se há alterações da glândula são o toque retal e o de sangue para avaliar a dosagem do PSA (antígeno prostático específico).  Apesar do preconceito que envolve o exame, cerca de 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados somente pela alteração no toque. Além deles, outros exames complementares para a detecção precoce da doença como as biópsias poderão ser solicitados.

Quando o câncer é detectado, a cirurgia e a radioterapia são realizadas. No entanto, a indicação da melhor forma de tratamento vai depender de vários aspectos, como estado de saúde atual, entre outros fatores. Em alguns casos, é feito apenas o monitoramento da evolução da doença no paciente.

 


Compartilhe esta postagem



← Post anterior Post seguinte →